4 Maneiras de Usar a Tecnologia da Informação e Comunicação na Sua Empresa

Você sabe como e por que é importante aderir à Tecnologia da Informação e Comunicação na sua empresa? Confira neste conteúdo!

No início da Revolução Digital, a Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) era uma simples forma de investimento. Porém, o constante avanço da tecnologia fez tudo mudar.

Dados da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia e Comunicação (Brasscom) revelam que, o setor de TIC cresceu 12,7% em 2017 em nível nacional, movimentando 195,7 bilhões de reais. Isso quer dizer que o setor está altamente aquecido dentro do âmbito nacional. Sendo assim, o momento é ideal para investir e, a área, muito assertiva para trabalhar.

Mas, como investir na Tecnologia da Informação e Comunicação? Como utilizar as tecnologias de informação a favor da sua empresa? Continue lendo para descobrir alternativas eficientes!

O que é Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC)?

A Tecnologia da Informação e Comunicação nada mais é do que o papel desempenhado pela comunicação moderna dentro da Tecnologia da Informação. Ela corresponde às tecnologias que mediam e viabilizam as relações interpessoais, podendo ser compreendida como um conjunto tecnológico integrado.

A seguir, elenquei itens que vão te ajudar a usar a Tecnologia da Informação e Comunicação na sua empresa de forma prática.

Como usar a Tecnologia da Informação e Comunicação na empresa?

A nova organização social e econômica moldou um novo padrão de consumo. Portanto, utilizar ferramentas de gestão e relacionamento inerentes aos processos da empresa se tornou fundamental. Assim, o ganho de potencial competitivo está diretamente ligado à evolução tecnológica da empresa. Por isso, questione-se: que ferramentas podem proporcionar um diferencial competitivo no seu negócio? Aqui estão algumas delas:

1. Software de gestão

Antes de tudo, um software de gestão é uma ferramenta que possibilita expandir e gerenciar o seu negócio com segurança. Com um bom sistema você pode alcançar:

  • Gestão financeira eficiente;
  • Pleno controle e menos complexidade nos processos;
  • Automatização de serviços;
  • Melhor aproveitamento do tempo; e
  • Mais eficiência.

Isso moderniza o seu negócio e gera valor aos clientes. A partir daí eles enxergam benefícios ter um negócio automatizado e com processos mais eficientes.

2. Presença digital

Atualmente, o meio digital é o mais escolhido no mundo para se comunicar. As pessoas conversam entre si, buscam soluções e até conhecem mais sobre uma empresa online. Dessa forma, é certo que o seu cliente também esteja presente na internet.

Já pensou em criar uma página no Facebook ou um perfil no WhatsApp Business para se comunicar com eles? Além de ser mais ágil, você pode usar diferentes ferramentas para criar um relacionamento e conseguir mais oportunidades de venda.

Mas lembre-se de algo importante: a comunicação deve ser feita de forma estratégica. Use os veículos adequadamente, sejam eles sites, blogs, mídias sociais, etc. E faça uma exposição apropriada e profissional da imagem do seu negócio.

3. Banco de dados

Um banco de dados é o que o nome já entrega: um conjunto de dados. Ele facilita a organização do seu negócio e pode ser usado para reunir informações dos clientes, controlar estoque, para o fluxo de caixa e constar outras informações relevantes.

Mas porque seria interessante ter um banco de dados? Ter informações precisas sobre seus clientes te permitiria:

  • Acompanhar a situação de cada um;
  • Registrar os feedback’s deles;
  • Planejar visitas de manutenção; ou
  • Verificar se está tudo certo com o sistema.

No entanto, para funcionar, seu banco de dados precisa reunir as informações de forma organizada, consistente e acessível. Por isso é tão importante usar um sistema prático e eficiente. Assim o seu negócio poderá gerir as informações dos clientes com mais segurança e agilidade. O tempo que antes era perdido registrando dados em planilhas vais ser usado melhor.

4. Automação dos processos

Com a rotina corrida e a quantidade de tarefas, contar com ferramentas que “trabalham sozinhas” ajuda a descomplicar os processos. Automatizar nada mais é do que usar uma ferramenta ou sistema para realizar determinada atividade.

Isso inclui desde o disparo automático de e-mails até softwares de gestão. Envolve visualizar com mais precisão os processos e atividades do seu negócio. Imagine a economia de tempo que você terá, sem precisar analisar esses dados manualmente!

Um exemplo típico disso é enviar e-mails para todos os seus clientes. Pense em como é muito mais fácil enviá-los de uma vez só, com apenas um disparo automático.

O que você pode colocar em prática do que aprendeu nesse artigo?

Em primeiro lugar, use softwares de gestão para levar o seu negócio para novos níveis de atuação. Em segundo lugar, faça o máximo para ter uma presença digital marcante e se diferenciar no mercado. Em terceiro lugar, organize os detalhes sobre seus clientes gerindo com eficiência um bancos de dados. Por fim, em quarto lugar, automatize o máximo de processos no seu negócio para ganhar tempo e lucrar mais.

Dica extra: pense nos seus clientes, ofereça serviços e produtos tecnológicos

Além de utilizar a Tecnologia de Informação e Comunicação na própria empresa e nos processos internos dela, como ela pode ser aplicada aos seus clientes? Eu respondo: você pode oferecer novos produtos ou serviços (como sistemas).

Não seria ótimo oferecer um equipamento novo no mercado ou uma ferramenta que facilite o trabalho dos seus clientes? Fique de olho nas necessidades e nos problemas enfrentados na rotina deles. Quando oferecer soluções para a dor deles, o seu negócio se torna mais atrativo. Com isso, a lucratividade dele será apenas uma questão de tempo.

O que mais importa ao aderir à Tecnologia da Informação e Comunicação é saber utilizá-la de maneira inteligente. Para ter maior utilidade, elas precisa suprir as reais necessidades dos seus clientes.

Em conclusão, agora que você conhece 4 maneiras eficientes de como fazer isso, que tal aprender também a realizar uma boa gestão de custos para a sua empresa?

Autor: Suelen Moisym

Fonte: Gdoor Sistemas